Boto-cor-de-rosa e golfinho, são parecidos, pode-se dizer parentes. No entanto, esses dois mamíferos aquáticos trazem muitas diferenças.

Infelizmente, o boto-cor-de-rosa está ameaçado de desaparecer do globo terrestre. É que muitos acabam morrendo, enroscados em redes de pesca. Isso quando não são caçados.

O namoro entre machos e fêmeas da espécie boto-cor-de-rosa começa entre outubro e novembro. Já o nascimento dos filhotinhos ocorre entre maio e julho. A gestação leva 8,5 meses. Os bebês dessa espécie nascem com até 80 cm.


Já a gestação do golfinho dura, em média, 12 meses. Um filhote recém-nascido tem cerca de 90 cm de comprimento.


O boto-cor-de-rosa vive exclusivamente em água doce. É encontrado nas bacias da Amazônia e do Orenoco.



Há golfinhos de água doce e de água salgada. Eles são encontrados praticamente no mundo todo.



Há três subespécies de botos-cor-de-rosa.



Golfinhos são bem mais numerosos: há 37 espécies desses mamíferos aquáticos.



O mergulho do boto-cor-de-rosa dura de 30 a 40 segundos.



Já os golfinhos podem ficar 20 minutos debaixo d'água.



O boto-cor-de-rosa se alimenta de peixes, caranguejos, moluscos, crustáceos e até de pequenas tartarugas.



Os golfinhos comem, basicamente, peixes e lulas.