Exame toxicológico não identificou presença de drogas ilícitas no corpo de Amy Winehouse
Amy Winehouse não tinha drogas ilegais em seu corpo no momento de sua morte, segundo os resultados de um teste de toxicologia lançados por sua família nesta terça-feira (23).

A família da cantora também disse que os testes mostraram que o álcool estava presente, mas ainda não foi determinado se ele desempenhou um papel em sua morte.

A cantora de 27 anos foi encontrada morta em sua casa, em Londres, no dia 23 de julho. 

Um comunicado divulgado nesta terça-feira pelo porta-voz Chris Goodman, em nome da família disse que "os resultados da toxicologia devolvido à família Winehouse pelas autoridades confirmaram que não havia substâncias ilícitas no corpo de Amy na época de sua morte."

Ele disse que a família aguarda o resultado de um inquérito que deve começar em outubro.