O Zoológico Linton, no Reino Unido, está em festa, desde o nascimento do pequeno filhote de uma subespécie rara de lêmure. O bebê veio ao mundo em maio, mas só agora foi apresentado ao público. É uma menina, que já foi batizada. Seu nome é Tia. Ela não é uma graça?

Tia, a pequena lêmure, está sendo muito mimada por seus pais, Maggie (que está com 16 anos) e Henry (de 21 anos).


Como todos os outros tipos de lêmures, os mongoose - subespécie de Tia - são nativos da ilha de Madagascar. No entanto, diferentemente dos seus parentes, esses últimos também são encontrados nas ilhas de Comores, no oceano Índico.


Megan, a irmã mais velha de Tia, também tem curtido a caçula da família. A primogênita, que está com cinco anos, aproveita para treinar suas habilidades maternal com o bebê lêmure.



Tia é exemplo do sucesso do programa especial de reprodução desses animaizinhos no parque britânico. O zoológico vem monitorando a população de lêmures constantemente e tomado uma série de cuidados para que viva muito bem. Tia é o primeiro filhote nascido em quatro anos em Linton.

Até mesmo a alimentação desses pequeninos primatas é cercada de cuidados especiais, para que eles possam se reproduzir em cativeiro.